sexta-feira, 12 de julho de 2013

*Resenha Insugente


Insurgente

Veronica Roth


O aguardado segundo volume da série distópica Divergente, de Veronica Roth, apresenta mais uma inebriante e emocionante história, repleta de reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama – e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.


SURPREENDENTE 

CONTÉM spoiler de Divergente.                                                             Resenha Divergente


A evolução de Roth é bem clara nesse segundo livro. A narrativa é bem mais desenvolvida e a história não poderia ter tomado caminho melhor. Algo bem difícil ocorrer, já que boa parte dos escritores acabam se perdendo a partir do segundo livro.

Agora a guerra estourou, os membros da audácia se vem obrigados a arrumar ajuda. Com isso a escritora vai explorar mais o universo das outras facções. O único ponto negativo do livro, foi que muitos acontecimentos eram previsíveis - não todos - mas grande parte.
Os sem-facções roubam boa parte da cena neste livro, aparições inesperadas iram acontecer, e claro, muita gente vai morrer. 

Haviam me dito que iria sentir um pouco de raiva da Tris. Sim teve em muitas ocasiões que ela tomou decisões precipitadas. Contudo o conflito gira mais em torno, dela e de Tobias. Algumas atitudes dela, vão afastar Tobias. O problema é que estas atitudes as quais Tobias questiona, ele também faz. Ele fica irritado por ela não contar certas coisas, mas ele também mantem segredos. E como sempre digo não exija algo, que nem você conseguirá fazer. Então eles vão ficar discutindo boas parte do livro. Mas uma visão mais humana tomará conta da personalidade deles. Tris  passará a ter receios e medos, deixando o a visão de "corajosa" meio de lado. O que eu gostei bastante.

"- O que aconteceu? - pergunto quando ele se senta ao meu lado.
- Em meio ao entusiasmo para resolver conflitos, parece que a Amizade esqueceu que se meter na vida dos outros só ajuda a criar mais conflitos - Diz Tobias - Se ficar aqui muito mais tempo, vou acabar socando alguém, e não vai ser nada bonito."

A guerra vai causar uma agitação em torno de todos, a lealdade da pessoas são colocados a prova, e algumas traições inesperadas vão acontecer. A tensão por conta do conflito causará desconfianças em todos, além 

A obra vai contar com MUITA ação e mistério. Um segredo guardado será revelado. E o porque dos Divergentes serem tão perseguidos, virá atona. E ai ficou claro que minha visão em torno de distopias esta mais que correta. Acredito que o objetivo delas é mostrar o quanto mais tentarmos evoluir a sociedade, mais danos ela irá nos causar. A sociedade criada em distopias está sempre envolvendo a paz, entretanto essa busca de um governo perfeito, acabará por desenvolver estás guerras idealistas.

"- Está com a arma? - pergunta Xxxx a Tobias.
- Não - diz Tobias. - Achei melhor atirar as balas pelo nariz, então deixei lá em cima.
- Ah, cala a boca."
Ela da um toque de humor a história. Veronica Roth consegue envolver vários gêneros em um só livro. Um misto de romance, ação, mistério, humor e drama. É maravilhoso.
A obra teve um desfecho, dá a entender que virá muitas coisas no próximo livro. E pode ter certeza de deixará muito ansioso.

A capa meio que representa o simbolo da Amizade, não sei se essa foi a ideia, entretanto acredito que seja isso. Acho ela mais bonita do que a de Divergente. Na realidade as capas dessa serie são incrivelmente lindas.


EXTRA:


FreeFour

Este é um conto, disponibilizado gratuitamente pela Rocco, na visão de Tobias. É apenas um capítulo do livro Divergente, narrado por Tobias.

"Meus pensamentos retornam para a noite de ontem, para a onda de calor que passou pela minha mão e por  todo o meu corpo quando a toquei, mesmo estando congelado de medo. Pressiono as mãos contra a cabeça, tentando afastar a memória. 
Mas não posso ir embora agora. Gosto demais dela. 
Pronto, falei. Mas não falarei novamente."

Adoro ver a história, pela visão de mais de um personagem. Gostei muito dessa pequena narrativa dele, além de ter me deixado mais apaixonada por ele <4


Como você já devem saber, eu amo desenhos de personagens literários, então ai vai um que eu acho lindo:


8 comentários:

Michelle Bowkunowicz disse...

Parabens pela resenha
eu li esse livro e amei!!
adorei seu blog
estou te seguindo

http://www.lostgirlygirl.com

bjos

Gabriel Ribeiro Gomes disse...

Oie :)

Eu amo a série Divergente e estou doido para comprar Insurgente logo !!

http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

Michelly Santos disse...

Oii Rafa!
Esse livro é incrível, né?!
Gostei ainda mais dele do que de Divergente.
E o Quatro é tããão perfeito!
Já estou apaixonada mesmo sem ler esse capítulo pela visão dele, imagina depois que eu ler! hehe
Beeejo!

http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
Mais Uma Página

Fabíola Karina disse...

Nunca li Divergentes, mas só pela resenha do segundo livro me parece ser muito bom. Estou precisando ler Jogos Vorazes, assisti ao filme e gostei bastante, porem tenho uma amiga que é super fã e disse que o livro é MUITO melhor, então ficou aquela curiosidade.
Parabéns pela resenha ;)

Besos,
Gota d'explosão

Tamires Cipriano disse...

Olá.
Ainda ão li este livro,e obrigada por avisar que contem spoiler pois ainda nem terminei o primeiro rsrs.
Depois volto para comentar na resenha.
Bjus
Tamires C.
http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

jéssica b. rezende disse...

Oi.
Estou muito curiosa com essa série, mas ainda não comprei.
Passei batido de comprar ela no submarino, acabei comprando outros.
Divergentes é super bem falado, tanto quanto esse segundo.
Beijo

http://elaeseuslivros.blogspot.com.br ♥

Rafaela Oliveira disse...

Obrigada Mi =)

Jeany Mendes disse...

Esse capítulo narrado pelo quatro é tão.. awn <333333
Meu Deus, queria que Divergente e Insurgente tivessem sido narrados por ele também. Seria tão legal saber o que ele pensa dela e não fala..
Essa saga é pefeita!
Beijos. http://adorelivros.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Comente, de sugestões, critique (moderadamente).

Obrigada pela visita. Venha sempre