domingo, 8 de setembro de 2013

*Resenha As Regras da Sedução




As Regras da Sedução

Madeline Hunter

 

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.
Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.
Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

- Os Rothewlls I -

Adoro romances de época e esse em especial conseguiu me cativar. Alexia, nossa protagonista, não vai ser a mulher mais bela da Inglaterra. O que eu adoro, mostrar um lado mais "real" e romântico. Outro ponto que achei interessante é que Lorde Hayden se entrega mais ao romance e ao amor, do que Alexia.
Além dos dois personagens principais, existem outros que tem sua devida importância. O que me agradou também, é incrível como Madeline consegue dar um sentido a todos os personagens e encaixa-los perfeitamente na história. Todos eles são bem aprofundados e trabalhados. Talvez por essa história ter uma continuação, com os personagens secundários. A autora consegue nos deixar vidrados na história, só pela boa formação das personagens. Alexia e Hayden conseguem ser interessantes e nada chatos. Cada um com sua característica mais marcante. Alexia é totalmente sincera e orgulhosa e Hayden é determinado e forte. Não tem todo aquele mimimmi que normalmente encontramos nesses romances. Por exemplo o pai de Hayden, errou muito. Contudo, ele não fica se martirizando com isso e chega até a entender o pai, e toma isso como ensinamento.
Alexia não é bonita, rica e já passou da idade de se casar. Mesmo assim Hayden vai encontrar a essência dela.

"-Você poderia ter ido lá verificar?
-Não achei conveniente, senhor. Acredito que a mulher que está lá precisa de privacidade.
Ele fez uma careta.
-Ela esta chorando - explicou o lacaio. - Quem quer que seja ela"

A escritora vai usar do erotismo, mas nada exagerado. Além da forma que ela escreve, é muito semelhante a romances antigos, não é de uma forma explicita, é bonito de ser lido.
A narrativa é bem tranquila e nada cansativa. Ela consegue deixar na medida certa cada cena, quanto tempo ela deve ser narrada até entrar em outro ambiente.
Ela deixa o romance, o mais realista possível.

"Alexia olhou pela janela para a cidade de Bristol. Dava para sentir o cheiro do mar, apesar de estarem longe do canal. Alguns prédios ao longo da rua abaixo tinham a madeira descorada por causa da brisa marinha. Para além dos tetos das casas, viam-se as extremidades dos mastros do navios."

Eu adorei. Devorei em três dias. Fazia tempo que não encontrava um livro que me prendeu a ponto de não querer larga-lo mais. O Hayden é apaixonante, me apaixonei. O carinho e a delicadeza com que ele trata Alexia é tão fofo.
Ela conseguiu fazer um livro completo em todos os aspectos. Uma boa história, com ótimos personagens e uma narrativa sublime. Não poderia ser melhor.

A história continua com o segundo livro da serie, As Lições do Desejo, que envolve a amiga de Alexia e um dos irmãos de Hayden. Que vai ser lançado esse mês no Brasil. No total são três livro, com a história dos irmãos Rothwell.

Os direitos, no Brasil, são da editora Arqueiro. A edição está sem nenhum dano e a capa é linda. Mas pelo que eu vi a do segundo livro é mais ainda.











6 comentários:

Mariana Teixeira disse...

Eu vi esse livro vendendo na Bienal ontem, mas acabei não comprando.
Lendo sua resenha me arrependi :(

bjs
http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

Rafaela Oliveira disse...

Ai que tudo, você foi na Bienal /inveja

Isis Condi Salsman Ferreira disse...

Adoreii a resenha
super vontade de ler o livro agora...

aii tbm queria ir em uma bienal, a que tem aqui na minha cidade é tão mixuruca

bjus
minhaestantecolorida.blogspot.com.br

Rafaela Oliveira disse...

O pior é que aqui em Curitiba, que teoricamente é o centro de leitura desse país nunca tem uma Bienal decente. /triste

Alva Gonçalves disse...

Oi... vi seu recado no skoob, e lendo sua resenha fiquei com mais vontade de comprar esse livro.
To amando os romances de época da editora Arqueiro, fiquei fascinada pela escrita da Lisa Kleypas, mas quero muito conhecer os livros da Madeline Hunter.
Parabéns pelo blog.

Rafaela Oliveira disse...

Sim a Arqueiro quer me matar kkkk comprei vários romances!!
Obrigada por comentar =)

Postar um comentário

Comente, de sugestões, critique (moderadamente).

Obrigada pela visita. Venha sempre