sábado, 26 de outubro de 2013

*Resenha O Visconde que Me Amava

 

O Visconde que Me Amava

Julia Quinn

A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.


Não há spoilers do primeiro livro.

É muito difícil escolher qual seu livro preferido de tal série. Principalmente, quando você tem a mania de preferir sempre o primeiro. Contudo, no caso da série Os Bridgertons eu adorei o primeiro livro Duque e Eu, mas com toda a certeza O Visconde que Me Amava -segundo livro- é nitidamente melhor. É muito bom ver  a evolução de alguém como escritor. Mas Julia Quinn não melhorou só a narrativa, ela aprofundou-se muito mais nos personagens e a história é fascinante, eu amei.

Aqui é a história de Anthony o primogênito dos oito irmãos. Ele é um libertino, lindo e desejado por todas as damas da Inglaterra. A questão tratada no livro a crença dele, em que ele irá morrer jovem. Contudo como primeiro filho, ele tem o titulo de visconde, então deve ter herdeiros. Então Anthony coloca na cabeça que deve se casar o mais rápido possível, mas que de jeito nenhum deve se apaixonar. Ai que entra Kate Sheffield, pouco bonita para os padrões sociais e já está ficando velha para casar (21 anos o.0). Ela é diferente de todas, nada delicada, inteligente e teimosa. 

Esse romance é mais que mágico, algumas atitudes de Anthony me fizeram chorar, não por ser triste e sim por tão belas. E agora, junto com Kate, seu destino parece ser terrível.

"- Estou pensando em casar.
Benedict Bridgerton,  que estava praticando um hábito que a mãe detestava - inclinar a cadeira para trás -, começou a cair. Colin engasgou.
Para sorte de Colin, Benedict reequilibrou-se a tempo de bater com força nas costas do irmão, fazendo uma azeitona verde passar voando por cima da mesa."

Uma coisa que se manteve, de um livro para outro, foi o humor e a união dessa louca família. Daphne a Bridgerton do livro anterior, aparece com Simon, o Duque. Você até pode ler O Visconde que Me Amava, sem ter lido O Duque e Eu, mas fique sabendo que vai ter alguns spoilers.

Já em relação a "jornalista", Lady Whistledown, ela continua com suas crônicas. Todavia, um pouco mais amável, se pode-se chamar assim. No final do livro, temos uma dica a acrescentar, no mistério da verdadeira identidade dela. Algumas pessoas que eu pensei que poderiam ser ela, sairão de cena, depois dessa dica. Contudo, minha principal suspeita ainda está dentro.

Eu achei a capa do primeiro mais bonita, mas essa também é linda, estou louca para a continuação dessa série. A Arqueiro, editora que tem os direitos autorais, divulgou na contra capa, o próximo livro - Um perfeito Cavaleiro - história de Benedict, qual eu estou louca de vontade de ler, já que é um dos irmão que menos aparece, então a personalidade é meio desconhecida. O livro ainda não foi lançado, e foi difícil achar uma imagem da capa:

10 comentários:

Alessandra disse...

Esse livro parece ter uma história de arrancar suspiros, pena que no momento ando meio sem paciência para romance, mas com certeza irei anotar o nome deste, tanto quanto do primeiro, para futuramente me deliciar com uma bela história.

Ah, adorei o quote que vc escolheu hehehehe

Bjs
http://confraria-cultural.blogspot.com.br/

Alice Aguiar disse...

eu to querendo ler esse livro. acho que vou gostar pelo q vc descreveu :)

Rafaela Oliveira disse...

kkkk adoro esse quote. O bom desses livros é que não envolvem só romance, como pode ver tem bastante humor tbm kkkk

Rafaela Oliveira disse...

Ai leia mesmo é bem agradável =)

Greice Negrini disse...

Pois é, eu percebi que é um bom romance e ela tem uma grande característica de não ser submissa. Acredito também que quando os livros são de séries, é sempre importante ler os anteriores. Parece ser um livro de fazer chorar!

Beijos,

Greice

www.amigasemulheres.com

Tainah Rodrigues disse...

Nunca tive muita vontade de ler esses livros, mas depois de ler a resenha até que deu uma vontadezinha.. kkk
Vou colocar na lista, um dia eu leio.

Beijos
fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

Rafaela Oliveira disse...

É maravilhoso, não cheguei a chorar, mas com certeza é bem emocionante =D

Rafaela Oliveira disse...

kkkkkk que bom, um livro a mais na listinha é sempre bom =D

Aline Coelho disse...

Rafaela a cada resenha que leio dessa série fico mais curiosa. Preciso me organizar para ler, bom demais saber que a escrita da autora e o enredo só melhora. Fiquei empolgada!!!!

Leituras, vida e paixões!!!!

Ana Zuky disse...

Olá Rafa! Olha eu li o primeiro livro e simplesmente amei o livro. Bom eu sou apaixonada por romances de época, e a autora, sabe muito bem como escrever uma.
Estou louca para ler este segundo, você nem imagina como. E sua resenha somente me deixou mais angustiada para ler.hahahahahahahaha
E a colunista, nossa essa mulher(ou homem) é quem faz o livro ficar melhor ainda, cheguei a comprara ela com o livros gossip girl, não lembra?Hahahahahahaha

A resenha esta maravilhosa Rafaela!

Beijokas Ana Zuky

Blog Sangue com Amor

Postar um comentário

Comente, de sugestões, critique (moderadamente).

Obrigada pela visita. Venha sempre